Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CONSULTÓRIO DO DOC

CONSULTÓRIO DO DOC

2ª OPINIÃO

unnamed (16).jpg

 

  Após uma discussão, o marido sai irritado para o trabalho e grita para a esposa:
- E quer saber mais, nem na cama você é boa!!!
Passado algum tempo, arrependido, ele liga para casa para pedirdesculpas. A mulher demora a atender….
- Por que demorou tanto para atender? Pergunta ele.
- Estava na cama. Responde ela.
- Na cama, a uma hora destas, fazendo o quê?
- Ouvindo uma segunda opinião!!!

A UROLOGISTA

unnamed (17).jpg

 

 

Um homem foi  a um urologista, para fazer um controle anual. Para sua surpresa viu que se tratava de uma lindíssima mulher, ou seja, era uma Dra urologista !!!
Ele ficou um pouco nervoso e constrangido sem saber o que fazer. Mas ela logo o tranquilizou e disse:
 "Não se preocupe, eu sou uma profissional e já tenho visto e feito pràticamente tudo... portanto me diga qual é o seu problema e eu vou examina-lo e farei tudo o que for necessário..." 
Ele pensou bem rápido e respondeu tìmidamente:
"Minha esposa diz que meu pénis está com um gosto estranho..."

MÁQUINA MODERNA NO ALENTEJO

unnamed (3).jpg

 

 - Manele, compra-me uma máquena de lavar a roupa! Estou farta de lavar à mão!
- Está beim, Preciosa! Amanhã mesmo vou a Beja e hê-de comprar a da última moda!
O Manele foi e regressou com a máquina.
- Aqui tens, Preciosa, esta é a mais moderna que existe!
Leram as instruções e puseram-na a lavar. Tudo ia bem, até que...
- Manele, o que se passa? A máquena está arrebentando! Isto está girando  munto depressa!
- Como a casa era desnivelada, a máquina começou a andar até que chegou à porta da rua.
- Manele, faz qualquer coisa! A magana vai-se abalando!
- Ê nã te disse que era a última moda? Lavou a roupa, agora vai estendê-la, porra !!!

50 SOMBRAS DE . . .

unnamed (5).jpg

 

 

... Apesar de ele dizer que era uma chachada para gajas mal f*did*s, eu li o livro à mesma. 

Nos intervalos do trabalho, na casa de banho, na cama, quando ele já estava a dormir. E, pronto, depois deu-me para isto!

 

Fomos passear ao shopping, como costumamos fazer aos sábados. Vesti os meus leggings giros, as botas de salto alto, aquele top da Zara que ele diz que me faz as mamas boas. E andávamos por lá, a ver se encontrávamos umas calças para ele levar para o trabalho. 

Quando fomos comer à Pizza Hut, comecei a enfiar a palhinha na boca devagar, a metê-la e a tirá-la, enquanto olhava para ele.

- Tá tudo bem? Assim vais engasgar-te!, perguntou, com a boca ainda meia cheia de uma côdea de pizza.

Respirei fundo e fui passando o dedo nas mamas. Nada. Empernei com ele, tentei esfregar-lhe o salto entre as pernas mas acabei por lhe dar, sem querer, um chuto nos tomates.

- F*da-se, tu não estás boa hoje! Põe-te quieta!

No cinema, ele meteu o braço por cima do meu ombro. Peguei-lhe na mão e enfiei o indicador dele na boca. Ia começar a sugar devagarinho quando ele deu um salto na cadeira, tirou o braço de rompante e sussurrou: 

- Que nojo pá! Tás a chupar-me a mão para quê? Ainda há bocado fui cagar!

Não desisti. Durante o filme meti-lhe a mão na pila, por cima das calças, e comecei a esfregar. Ele até começou meio a querer inchar mas, depois, quando os gajos começaram a disparar no filme, tirou-me a mão e agarrou-se ao balde das pipocas.

- Não estou a usar roupa interior..., sussurrei- lhe de forma sensual.

- Quê?! Não percebi nada do que disseste.

- Esquece.

Não era ali que a coisa ia rolar. Fomos para casa e, no carro, comecei a afagar-lhe a nuca e a morder-lhe o pescoço.

- Tu hoje queres festa! Estás que não te aguentas!, disse ele, metendo- me a mão entre as pernas - tem calma que a gente já trata disso!, acrescentou.

Quando chegámos a casa, ainda me rocei na parede, de costas, rabo empinado, mas ele foi-se logo enfiar-se na casa de banho.

- Desculpa lá, tenho de ir cagar outra vez. Deve ter sido da chanfana que comi ao almoço.

Aproveitei a espera para sacar do kit completo. Lingerie preta, as ligas, tudo! Acendi umas velas no quarto, pus a máscara veneziana que encomendei na internet e deixei o chicotezinho de tiras de couro na mesinha de cabeceira. 

- O que c*ralho é isto?!

- Pensei que hoje podíamos experimentar qualquer coisa diferente...

- Mas isto é uma casa de putas ou quê?! Onde é que foste buscar estas merdas? Andas a comer algum filho da puta que gosta de levar chibatadas, é? Olha, eu vou mas é dormir à da minha mãe. Amanhã a gente conversa.

 

Já estou arrependida de ter lido o raio do livro.

VIDA CONJUGAL

unnamed (25).jpg

 

 

 Um grupo de mulheres reuniu-se num seminário subordinado ao tema:
“COMO MELHORAR A NOSSA VIDA CONJUGAL”.

 Na fase introdutória, foi-lhes perguntado: “Quais de vós ainda amam os vossos maridos?”
-     Todas levantaram a mão!
 De seguida foram inquiridas sobre qual a última vez que teriam dito aos seus maridos que o amavam.
-     Algumas responderam “Hoje”, outras “Ontem” a  maioria não se recordava!
 Por fim fizeram um teste, pedindo que todas agarrassem nos respectivos telemóveis e enviassem um sms aos seus maridos dizendo “Amo-te muito querido.”
 Finalmente foi-lhes pedido que mostrassem as respostas dos respetivos maridos.
 Estas foram algumas das respostas recebidas:

-     Estás bem??
-     Que foi? Bateste com o carro outra vez?
-     Que fizeste agora?
-     Que queres dizer com isso?
-     Deixa-te de tretas, diz-me quanto precisas.
-     Estarei a sonhar?
-     Posso saber para quem era este sms?
 E a melhor de todas:
–    Quem és?

 

FACEBOOK

unnamed (8).jpg

 

 

Um amigo mostrou-me o “Facebook” e eu achei o máximo.

O meu problema é não ter computador, mas achei tão fantástico que decidi mesmo assim encontrar amigos novos, aplicando os mesmos princípios.

Então, saio todos os dias à rua e pergunto às pessoas que encontro se querem ser minhas amigas, conto-lhes a minha vida toda, digo-lhes quando é o meu aniversário, onde moro, o que faço, as empresas onde já trabalhei, mostro-lhes montes de fotos minhas e de outros amigos meus, do meu cão, da minha mulher, dos meus filhos, da minha sogra, minhas a jogar à bola em cuecas, escuto com muita atenção aquilo que me vão dizendo e respondo sempre “I like” .

E sabem que funciona mesmo bem?

Já arranjei 4 seguidores: dois polícias, um psiquiatra e um cão

MATEMÁTICA DE MENDIGO

maxresdefault.jpg

 

 

Um sinal de trânsito muda de estado, em média, a cada 30 segundos (30 segundos no vermelho e 30 no verde). Então, a cada minuto um mendigo tem 30 segundos para pedir esmola a 5 motoristas e receber pelo menos de dois deles €0,20 e facturar em média pelo menos € 0,40 o que numa hora dará: 60 x 0,40 = €24,00.

Se ele trabalhar 8 horas por dia, 25 dias por mês, num mês terá facturado: 25 x 8 x € 24,00 =      € 4.800,00.

 

Será que isso é uma conta maluca?

 

Bom, 24€ por hora é uma conta bastante razoável para quem está no sinal, uma vez que, quem doa nunca dá somente 20 cêntimos e sim 30, 50 e às  vezes até 1 Euro.
Mas, tudo bem, se ele facturar a metade: €12,00 por hora terá€2.400,00 no final do mês.

 Ainda assim, quando ele consegue uma moeda de  €1,00 (o que não é raro), ele pode até descansar tranquilo debaixo de uma árvore por mais 9 viradas do sinal de trânsito, sem nenhum chefe para o censurar por causa disso.

Mas mesmo considerando que é apenas teoria, vamos ao mundo real.

De posse destes dados fui entrevistar uma mulher que pede esmolas, que vejo sempre a trocar os seus rendimentos numa conceituada padaria da Baixa.

 Então perguntei-lhe quanto ela facturava por dia.

 Imaginem o que ela respondeu?

 

É isso mesmo, de 120 a 150 euros em média o que dá (25 dias por mês) x 120 = 3.000 e ela disse que não mendiga 8 horas por dia.

 

Moral da História:

Estude a vida toda e peça esmolas; é mais fácil e melhor que arranjar um emprego.

 

E lembre-se ainda :

 

Mendigo não paga 1/3 do que ganha para sustentar um bando de ladrões.

COMO COMEÇAM AS ZANGAS ENTRE CASAIS

unnamed (2).jpg

 

 A minha mulher e eu estávamos sentados numa mesa na reunião do liceu, e ela ficou a olhar para um antigo colega bêbado que balançava seu copo enquanto estava sozinho numa mesa próxima.
Perguntei, "Conheces ?"
"Sim," disse ela com um ligeiro sorriso, "É um antigo namorado...
Disseram-me que começou a beber logo depois de eu o deixar há tantos anos e nunca mais ficou sóbrio..."
"Fantástico...", disse eu, "...quem pensaria que alguém pudesse festejar durante tanto tempo?"

 

 

A mulher está nua, olhando no espelho do quarto. Não está feliz com o que vê e diz para o marido, "Sinto-me  horrível; pareço velha, gorda e feia. Realmente preciso de um elogio teu."
O marido retruca, "Tens uma visão óptima.

 

 

Levei a minha mulher ao restaurante. O empregado anotou o meu pedido primeiro.
"Quero picanha mal-passada, por favor."
O empregado interroga, "O Senhor não está preocupado com a vaca louca ?"
"Não, ela pode pedir o que quiser." - respondi.

 

 

O marido volta do Médico e a mulher, toda preocupada, pergunta-lhe: "E então, o que disse o Médico?".
De pronto, ele respondeu: "A partir de hoje, não faremos mais amor... estou proibido de comer coisas gordas.

 

 

Depois de me reformar, fui até à Seg. Social para poder receber a reforma. A mulher que me atendeu pediu o meu bilhete de identidade para verificar a idade.  Procurei nos bolsos e percebi que o tinha deixado em casa.
A funcionária disse que lamentava, mas teria que o ir buscar a casa e voltar...
mas depois disse-me, "Desabotoe a camisa."
Então, desabotoei-a deixando expostos os meus cabelos crespos prateados.
Ela disse, "Este cabelo prateado no seu peito é prova suficiente para mim," e processou a minha reforma.
Quando cheguei a casa, contei entusiasmado o que ocorrera à minha mulher.
E ela disse: "Por que não baixaste as calças? Poderias ter conseguido invalidez permanente também...