Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CONSULTÓRIO DO DOC

CONSULTÓRIO DO DOC

DISCURSO DE DERROTA

  

O discurso de derrota de Manuela Ferreira Leite por Nilton:

Portugueses,

Agradeço esta derrota. Agradeço porque muito me custaria demitir todos os amigos e simpatizantes que o PS empregou nos últimos anos. Agradeço porque seria penoso ter de cumprir tudo o que se promete numa campanha.

O engenheiro Sócrates bem sabe quão impossível é.

Sei que me  bastaria estar calada para que ganhássemos estas eleições. Sei que foram muitas as gafes e as falhas. Sei que a oportunidade era única e que o adversário estava enfraquecido. Mas se buscasse tarefas fáceis não seria presidente de um partido pior que o Real Madrid nas épocas do Figo. Cheio de vedetas que não entendem que não podem jogar todos ao mesmo tempo.

Agradeço esta derrota porque se o PSD não se governa a si, como pode governar um país.

Proponho mesmo que mudemos o nome do nosso PSD-Partido Social Democrata, para PSD-Partido Sem Dono.

Reconheço que seríamos o partido ideal para estar no poder porque consegue fazer governo e oposição ao mesmo tempo. Levamos tão à letra o conceito que até o fazemos internamente.

Estamos tão divididos que nunca o nome do Partido fez tanto sentido.

Temos falta de união, falta de unanimidade à volta da líder.

Notáveis como Pacheco Pereira que não pára de criticar, um Santana Lopes inconformado. Um Pedro Passos Coelho em bicos de pés para ocupar o meu lugar. Um Marques Mendes desiludido e um Luís Menezes ressabiado.

Se nem os convenço a eles, como vos poderia ter convencido a vós.

Mas aqui continuarei, estoicamente, com um PSD contra todos, mas acima de tudo, uns contra os outros.